Carrinho 0

Transcrição de Áudio - Como Funciona?

Olá, pessoal! O post de hoje visa, mais uma vez, esclarecer as dúvidas mais comuns acerca do serviço de transcrição de áudio (ou degravação). Você sabe como funciona?

Primeiro, vamos esclarecer o que é a transcrição de áudio. Em termos simples, trata-se de transferir para o papel o conteúdo de alguma gravação. Por exemplo: uma reunião de condomínio foi gravada e agora é necessário que o conteúdo desta gravação seja transferido para o papel, ou seja, transcrito, degravado. É este o trabalho de um transcritor de áudio: ouvir gravações e passar para o papel tudo o que está sendo dito naquelas gravações.

Parece simples, mas não é. É um trabalho que exige muita concentração, dedicação e tempo livre. Muitos acham que pode ser um trabalho fácil, um tipo de "bico" para complementar o salário do mês. Pois bem, saibam que leva-se uma hora de trabalho para transcrever apenas dez minutos de áudio, em média - e isso considerando-se que a gravação é de boa qualidade, não há vozes sobrepostas (ou seja, pessoas não estão falando ao mesmo tempo) e o nível de pesquisas exigido é mínimo (sim, é necessário pesquisar! Imagine transcrever uma palestra sobre cirurgia cardíaca. Certamente serão mencionadas palavras que não fazem parte do dia a dia comum de um transcritor de áudio - portanto, ele deverá pesquisar o termo quanto à grafia correta, por exemplo). Portanto, é um trabalho de fato, e não um "bico" ou algo para fazer durante o seu tempo livre entre uma aula e outra, por exemplo, ou para passar o tempo. É um TRABALHO e exige dedicação.

O transcritor de áudio deve conhecer bem a língua, ter vasto vocabulário e boa concentração - afinal, irá ouvir gravações e passar o seu conteúdo para o papel. O ideal é que trabalhe em um ambiente silencioso para evitar interferências externas. Ou seja, é necessário profissionalismo.

Pode ser um trabalho bastante interessante caso você preencha os requisitos básicos descritos acima. A Jurotrans Traduções procura pessoas com este perfil para trabalhar como transcritores. Não há necessidade de experiência na área, pois acreditamos sempre que a experiência pode ser adquirida. Mas procuramos alguém que queira fazer este trabalho com dedicação e profissionalismo, e não alguém que está em busca de um "bico" ou "quebra-galho". Por isso, tenha clareza daquilo que você quer e tenha muito cuidado ao expressar os seus motivos em uma eventual carta ou e-mail de apresentação. Lembre-se: o transcritor deve ser, acima de tudo, um profissional. O trabalho exige o mesmo nível de dedicação de qualquer outra função!

Até a próxima!



Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados