Carrinho 0

Quer ser um bom transcritor de áudio? Estude!

Olá, amigos,

o post de hoje aborda uma das questões essenciais do trabalho do transcritor de áudio: o conhecimento da língua.

Para que um transcritor faça um bom trabalho, algumas qualidades são essenciais, como ouvidos atentos, dedicação e, acima de tudo, conhecer a fundo a língua para não cometer erros.

90% das nossas necessidades de transcrição de áudio são em língua portuguesa; por isso, este post abordará especificamente esta língua.

O cliente deste tipo de serviço espera que o trabalho seja coerente e bem escrito; ele pode tolerar uma ou outra lacuna porque a gravação tem algum tipo de falha, como ruídos, vozes sobrepostas, distância do falante em relação ao microfone, mas dificilmente tolera os famigerados "erros de português", principalmente de ortografia. E a julgar pelas postagens que vemos internet afora estes erros são cada vez mais frequentes e estão afetando a qualidade do trabalho de alguns transcritores. Por isso, algumas dicas:

1) Abreviações do tipo "vc", "p/", "pra", etc. não são aceitáveis em uma transcrição. Mas as pessoas estão tão acostumadas a usá-las em mensagens, posts, comentários, blogs, etc. que virou praticamente um hábito. Pois bem: cuidado. Revise o seu trabalho, use o corretor automático do Word, enfim, cuidado com o que você escreve.

2) Cuidado com a sua apresentação pessoal ao enviar um currículo para a empresa. Se você cometer erros graves neste momento, é bem provável que o seu currículo seja imediatamente descartado. 

3) ESTUDE. Você só irá aprender a escrever melhor se estudar, não tem outro jeito. Sei que a nossa língua é difícil, tem várias peculiaridades, mas não estamos querendo aqui que você domine as regras da mesóclise, por exemplo. Mas esperamos que o bom transcritor saiba a diferença entre "sessão" e "cessão", entre "poço" e "posso". Se não souber, pesquise. 

4) LEIA. Esta é a melhor maneira de expandir os seus conhecimentos, horizontes e aprender novas palavras e como escrever. Um bom transcritor é, antes de tudo, um bom escritor e um leitor melhor ainda.

5) Pesquise. Se você não sabe a diferença entre "sessão" e "cessão", que tal pesquisar?

Em breve publicaremos um novo post com mais dicas como estas. Esperamos que sejam úteis aos transcritores ou potenciais transcritores. Estude - é o seu futuro que está em jogo.



Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados