Carrinho 0

E o governo se diverte: novo Acordo Ortográfico

dia-a-dia

O governo brasileiro, mais uma vez, dá sinais claros de que não possui seriedade e não é gerido por pessoas sérias.

A postergação da entrada em vigor do novo Acordo Ortográfico mostra a falta de sensibilidade com quase duzentos milhões de pessoas que tiveram de se adaptar às novas regras, além de desconsiderar investimentos maciços das editoras para adaptar todo o material já publicado às regras do novo Acordo.

Nós já fizemos inúmeras revisões de texto aplicando o novo Acordo Ortográfico, e creio que nossos clientes não devem estar muito felizes com essa atitude pequena do governo.

A mudança se deu por conta de um pedido de Portugal, que, em termos de população, é muito pouco representativo.

O fato é que as regras têm sido discutidas há anos; entraram em vigor no Brasil e em diversos países também há anos, e é inconcebível que o governo brasileiro faça novas concessões para Portugal.

O fato é que, nesse momento, deveríamos impor a força da sexta economia do mundo e fazer valer as novas regras, com ou sem Portugal.

Cabe aos governantes pararem com as planos megalomaníacos de "influência mundial", como o ridículo apoio à ditadura iraniana e aos golpes no Paraguai e na Venezuela, e pensarem um pouco mais no desenvolvimento do país e no cumprimento dos contratos.



Postagem seguinte


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados